Skip to the main content.
O Que É KYC e AML - Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre Eles.

4 minutos de leitura

O Que É KYC e AML - Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre Eles.

A burocracia é sempre um aborrecimento, mas como expatriado, você deve lidar com isso para garantir sua nova vida no exterior. Os governos muitas vezes impõem regulamentações questionáveis para restringir as liberdades, mas também outras para impedir atividades criminosas perigosas, como lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

Um elemento fundamental da luta contra o crime financeiro é o processo de (KYC) “Know Your Customer”, ou "Conheça seu Cliente" em português. Instituições e empresas financeiras precisam verificar a identidade dos clientes e avaliar seus riscos potenciais para prevenir esses problemas. Isso também se refere ao (AML) “Anti-Money Laundering”, ou "Anti Lavagem de Dinheiro" em português, que se refere a regulamentos e políticas para prevenir, detectar e relatar atividades ilegais.

Essas duas práticas são importantes em sistemas modernos, incluindo os setores bancário e financeiro.

 

Conheça o seu cliente é essencial para combater crimes financeiros

Conheça o seu cliente, ("KYC") é essencial para combater crimes financeiros

KYC - CONHEÇA SEU CLIENTE

Os setores financeiro, bancário e de seguros são fortemente regulamentados para o cidadão comum, e apenas os privilegiados podem ignorar os regulamentos restritivos. Grandes bancos como o Banco alemão enfrentaram suspeitas de lavagem de dinheiro, o que prejudicou a reputação da empresa.

Uma empresa que falha em seu processo KYC pode perder a confiança do público em geral, bem como quantias significativas de dinheiro em multas ou subornos para limpar sua publicidade negativa. A melhor regra que qualquer empresa pode seguir é cumprir os regulamentos KYC e evitar problemas legais. Além disso, permite identificar riscos potenciais, tomar medidas adequadas para reduzi-los e entender os requisitos dos clientes. Portanto, o KYC pode ajudar uma empresa a operar sem violar a lei, fornecendo melhores produtos e serviços aos clientes e conquistando a confiança e a lealdade do cliente.

Vamos dar uma olhada em como o KYC funciona. Em geral, envolve as três etapas seguintes:

  1. Identificação do cliente: Esta etapa exige que o cliente forneça documentos como passaportes, identidades nacionais e carteiras de motorista. Às vezes, o cliente pode ser solicitado a fornecer mais informações, como comprovante de endereço, renda e contas de serviços públicos.
  2. Devida diligência do cliente: Pode ser necessário que o cliente atenda a certos requisitos, como situação financeira, histórico criminal e reputação, para provar que é confiável. Um cliente que realizou atividades ilegais ou fraude pode ser considerado de alto risco.
  3. Monitoramento contínuo: Depois que o cliente passou pelas duas etapas anteriores, suas ações são monitoradas de perto para garantir que cumpram as normas e não se envolvam em atividades ilegais. 

Conteúdo relacionado: O Básico De Como Obter Um Segundo Passaporte Ou Uma Segunda Residência

 

O processo KYC aumenta a confiança do público em geral

O processo KYC aumenta a confiança do público em geral

COMO KYC FUNCIONA E AFETA OS CLIENTES

Embora necessário, o KYC é complexo e exige conhecimentos e recursos significativos. Na prática, muitas empresas terceirizam esse processo para provedores de serviços terceirizados especializados em KYC, que empregam tecnologia avançada e análise de dados para garantir que o processo seja compatível, preciso e eficiente.

KYC envolve certos desafios. Um deles é o alto custo de implementação do processo. Como já apontamos, há necessidade de tecnologia e análise de dados, o que implica a contratação de pessoal qualificado. As grandes corporações não têm muita dificuldade em investir nesse processo, mas as pequenas e médias sim.

No entanto, não são apenas as empresas que lidam com problemas. Os clientes também podem enfrentar muita frustração e atrito. Assim como qualquer outra papelada, o KYC pode ser longo e solicitar muitas informações pessoais que podem deixar o cliente muito desconfortável. Portanto, você pode esperar alguma insatisfação e frustração, e a empresa pode ter sua reputação prejudicada apenas por cumprir regulamentos rígidos.

Outra questão importante é a segurança dos dados. O KYC exige que as empresas coletem dados confidenciais que os cibercriminosos possam visar. Portanto, é vital ter medidas sólidas de segurança de dados para proteger esses dados.

Dito isto, aqui estão algumas práticas para KYC.

  • Encontrar um equilíbrio entre conformidade e satisfação do cliente.
  • Minimizando o atrito.
  • Explicar claramente aos clientes por que o KYC é necessário.
  • Garantir que os dados do cliente sejam protegidos com medidas de segurança robustas.
  • Possuir sistemas para monitorar se os clientes não estão envolvidos em atividades ilegais e cumprir os regulamentos.
  • Usando tecnologia avançada, análise de dados e pessoal para garantir que o KYC seja eficiente e o mais simples possível. 

Conteúdo relacionado: Os 7 Principais Países Amigáveis ​​Às Criptomoedas No Mundo

 

Os regulamentos AML destinam-se a proteger a integridade dos sistemas financeiros

Os regulamentos AML destinam-se a proteger a integridade dos sistemas financeiros

AML - ANTI LAVAGEM DE DINHEIRO

AML é o processo de encobrir a verdadeira fonte de fundos obtidos ilegalmente, que o criminoso faz parecer que são de fontes legítimas. Isso se aplica a instituições financeiras, como bancos, negociantes ou bolsas de câmbio, transmissores de dinheiro e, em geral, negócios de serviços financeiros. O objetivo final é prevenir a lavagem de dinheiro, o financiamento do terrorismo e outras atividades ilegais.

A AML existe há algum tempo devido a criminosos que lucram com corrupção, tráfico de drogas ou de pessoas, evasão fiscal ilegal, manipulação de mercado, etc. Este conceito está intimamente relacionado com o Combate ao Financiamento do Terrorismo (CFT). Enquanto o FMI aponta, essas atividades criminosas desviam os recursos de usos econômica e socialmente produtivos, o que prejudica o setor financeiro e a estabilidade externa dos Estados membros.  

Em suma, os regulamentos da AML não visam apoiar atividades criminosas e, em vez disso, proteger a integridade dos sistemas financeiros e prevenir o uso indevido de instituições financeiras. Vamos dar uma olhada em alguns dos elementos-chave da AML. As medidas garantem que as instituições financeiras cumpram os regulamentos e evitem o uso de seus serviços para facilitar atividades de lavagem de dinheiro.

  1. Identificação do Cliente e "Due Diligence": Antes de fornecer serviços, uma empresa deve verificar a identidade dos clientes, assim como no KYC. Isso ajuda a manter o controle de clientes e suas transações. A due diligence, por outro lado, significa avaliar os riscos associados a um cliente com base em dados como a natureza de seus negócios, fonte de recursos e país de origem. Dessa forma, os clientes de alto risco podem ser facilmente identificados e monitorados.
  2. Monitoramento e relatórios: As transações dos clientes devem ser rastreadas para garantir que eles não se envolvam em atividades obscuras. Transações complexas e incomuns geralmente levam a instituição a investigar mais. Quando ocorre uma operação suspeita, a instituição financeira deve fazer uma denúncia ao órgão regulador.
  3. Escrituração: As instituições financeiras devem manter o registro das transações de seus clientes por um determinado tempo, facilitando assim as investigações realizadas pelos órgãos reguladores.
  4. Treinamento e Educação: A equipe deve passar por treinamento especializado para conhecer as normas e detectar e denunciar atividades suspeitas. Assim, as instituições conhecem as suas obrigações e podem efetivamente implementar medidas de AML.

Algumas instituições AML são a US Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN) e a Força-Tarefa de Ação Financeira Internacional (GAFI).

AML é outro processo desafiador devido ao método cada vez mais sofisticado de lavagem de dinheiro. Além disso, a implementação dessas medidas é cara porque as instituições financeiras devem investir em equipes de treinamento, tecnologia e conformidade para manter esses programas. Infelizmente, o cliente geralmente paga taxas de serviços financeiros mais altas devido a esse investimento.

 

Conteúdo relacionado: Os 9 Principais Países Com Pouco Ou Nenhum Imposto

 

Algumas instituições AML são a Força-Tarefa de Ação Financeira Internacional (GAFI)

Algumas instituições AML são a Força-Tarefa de Ação Financeira Internacional (GAFI)

CONCLUSÃO

O aumento do crime justifica o surgimento de KYC e AML. Esses processos são vitais para interromper e prevenir atividades criminosas, mas representam perigos para os clientes porque os cibercriminosos podem ter como alvo seus dados. Além disso, os clientes geralmente pagam preços mais altos porque as empresas devem investir muito dinheiro nesses programas, incluindo treinamento, pessoal e tecnologia para garantir a conformidade com os regulamentos.

 

Relatório de Proteção Offshore


TRABALHE COMIGO

Ajudo meus clientes a se mudarem para o exterior em busca de liberdade, privacidade e autonomia, focando nas questões de imigração, legalidade e impostos que você enfrentará ao se tornar um expatriado. Se você deseja trabalhar individualmente comigo para sair do seu país de origem (ou estabelecer um local de Plano B), então leia esta importante carta e preencha um formulário de inscrição para se tornar um Cliente Privado. Meus honorários não são baratos; no entanto, posso garantir que, quando você trabalha com uma empresa profissional como a nossa, os resultados valerão a pena.

 

MELHORES DO MUNDO EXPATRIADO

Se você deseja obter as melhores informações do mundo expatriado, incluindo oportunidades lucrativas no exterior, estratégias pouco conhecidas para economizar impostos e insights valiosos sobre imigração, passaportes e residências de Plano B, tudo entregue em sua caixa de entrada todas as semanas, então junte-se à nossa correspondência diária, EMS Pulse. Atualmente apreciada por mais de 37.000 expatriados e futuros expatriados em todo o mundo. Preencha o formulário abaixo para se inscrever em nosso boletim informativo gratuito:

 

Mikkel Thorup

Written by Mikkel Thorup

Mikkel Thorup é o consultor expatriado mais procurado do mundo. Ele concentra-se em ajudar clientes privados de alta rede a mitigar legalmente as obrigações fiscais, obter uma segunda residência e cidadania, e reunir uma carteira de investimentos estrangeiros, incluindo bens imobiliários internacionais, plantações de madeira, terrenos agrícolas e outros ativos corpóreos de dinheiro vivo. Mikkel é o Fundador e CEO da Expat Money®, uma empresa privada de consultoria iniciada em 2017. Ele acolhe o popular podcast semanal, o Expat Money Show, e escreveu o #1 Best Seller Expat Secrets - How To Pay Zero Taxes, Live Overseas And Make Giant Piles Of Money.

Recent Posts

Últimas Notícias: Autoridades Fiscais Do Canadá Prestam Homenagem A Satanás Com Imposto De 66.6%

Últimas Notícias: Autoridades Fiscais Do Canadá Prestam Homenagem A Satanás Com Imposto De 66.6%

Trudeau fez isso novamente. Sob o pretexto de "taxar os ricos" e "pagar sua parcela justa", o governo canadense aprovou o orçamento de 2024,...

Continue Reading
Colômbia De Portas Abertas: Explorando Oportunidades Imobiliárias Para Expatriados

Colômbia De Portas Abertas: Explorando Oportunidades Imobiliárias Para Expatriados

A Colômbia possui uma cultura vibrante. Cidades como Bogotá, Medellín e Cali oferecem narrativas distintas de história, inovação e renascimento,...

Continue Reading
Explorando o Paraguai: Os Melhores Pontos De Acesso Para Expatriados

Explorando o Paraguai: Os Melhores Pontos De Acesso Para Expatriados

O Paraguai é um país incrível na América do Sul que se tornou um dos meus principais países para fins de investimento, com inúmeras ofertas...

Continue Reading